quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Eu cheguei aos 18 anos!

Na colação e no baile com meu padrinho

São 18 anos de carreira! Passou tão rápido... Eu comecei a trabalhar na área no terceiro ano de faculdade. Passei rapidamente por uma assessoria de imprensa e logo em seguida fui para o Diário do Grande ABC. No quarto ano da faculdade, era repórter do caderno de vestibular. Sim, já ganhava como repórter e tinha registro em carteira, já que estágio não era regulamentado. Eu sempre quis tv. Nunca tive dúvida disso, mas seguindo o conselho de uma amiga, aproveitava as oportunidades que me apareciam.
E parece que foi ontem que eu me formei. Eu recebi o canudo no Palácio das Convenções do Anhembi. Ah, eu achava esse nome tão lindo, queria muito que a colação fosse lá. O patrono da formatura foi o jornalista Caco Barcellos. Quando ele me entregou o diploma, falei: eu também vou trabalhar em tv.
Batalhei muito e consegui! Este mês completo 18 anos de carreira, 12 em televisão. Sou muita grata ao universo por fazer o que sempre sonhei. Quando criança não tinha dúvida em responder `aquela tradicional pergunta: o que você vai ser quando crescer? Repórter, dizia.
Aos 18 anos, me sinto mais tranquila para apurar os fatos, mais certa do que escrevo e principalmente, tenho mais paciência para ouvir o que os mais experientes têm pra me falar. É...porque no jornalismo a gente está sempre aprendendo.
Eu gosto muito da reportagem. Gosto de entrevistar as pessoas, ouvir as histórias que elas têm para contar, descobrir personagens na rua, encontrar o que não está programado, de xeretar. Gosto também das entradas ao vivo, sinto um prazer imensurável com o microfone na mão. Gravar passagem (quando o repórter aparece)  me faz um bem danado. É porque gosto do que faço, simples assim.
Outro dia ouvi a Fatima Bernardes falar que uma pessoa de sucesso também é aquela que faz o que gosta. Então, eu sou uma mulher de sucesso!

2 comentários:

Ione Veloso disse...

É isso ai Rê. Sucesso é ser feliz.

negrorosa disse...

Eu vi essa prodigiosa moça dando os primeiros passos, e aprendi demais com essa pessoa que, sem ela, eu não chegaria onde cheguei!!!